CD “A cantar uma Cantiga”

Com “A Cantar uma Cantiga” a Capela Ultramarina propõe uma reflexão sobre a formação da identidade cultural brasileira a partir de um de seus traços mais marcantes: o idioma. Esse trabalho condensa quase vinte anos de pesquisas e atuação do grupo e selecionou entre as obras do cancioneiro de origem portuguesa do século XVI conhecido como “Cancioneiro de Paris” (CMBP) apenas peças escritas em língua portuguesa. O trabalho de preparação do repertório envolveu edições feitas especialmente para o grupo, a partir do fac-símile do manuscrito original, reconstrução de algumas obras e criação dos arranjos. Foi feito também um trabalho de pesquisa que possibilitou a localização de outras fontes para os textos poéticos da músicas nas obras de nomes como Cristovão Falcão (1512-1557) e Luis de Camões (c.1524-1580). Esse repertório de grande simplicidade e beleza é trazido ao público na formação de três vozes acompanhadas por violas de mão, de quatro e cinco ordens, viola da gamba e flautas, recriando um ambiente intimista que remete a uma prática musical privada, sugerida pela característica dos cancioneiros de mão de serem obras para uso pessoal.

A gravação do Álbum “A Cantar uma Cantiga” é uma realização do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura através do ProAC-Editais.

O CD está disponível nas plataformas digitais iTunes, Deezer, Spotify, Youtube e SoundCloud e conta com distribuição em formato físico da Tratore.

Voltar para o início…